vinte e oito.

|

2 de junho de 2015


Era junho de 1987. Amanhecia com um friozinho típico de outono e eu recebia os primeiros sinais de que nossas vidas mudariam do dia para a noite. E assim foi... Entre idas e vindas ao hospital, caminhadas, revisão de mala, telefonemas de avós e tios aflitos, na madrugada do dia 2 nasceu Maria Fernanda, Dodô para os íntimos, Fernanda para os amigos e “Ferrr” para um único.

Cresceu entre mimos da família, primeira e única neta por um bom tempo, logo mostrou a que veio. As primeiras PALAVRINHAS surgiram com 10 meses e com um ano e meio falava como ninguém. Maria cresceu tímida, amiga de poucos amigos (mas daqueles que são para sempre) e fez suas escolhas. Os livros foram seu encantamento desde cedo, devorava-os na adolescência durante as madrugadas e desse encanto, para orgulho de um avô, ela passou a escrever. As vezes observei de longe que as palavras brotavam do teclado como se fosse mágica e os textos saiam lindos, leves, prontos...

Uma filha escritora, uma filha companheira, uma filha verdadeira, uma filha... Aquela que pratiquei o desapego quando saía diariamente para a faculdade e esperava ansiosa sua volta na janela todas as noites, quando mudou-se para outra cidade em busca de formação profissional, aquela que entregamos confiantemente a um homem estranho e que a faz feliz, aquela que se faz presente quase todos os dias nem que seja por um boa noite no celular. A “filha linda do pai”!

E o que desejo nesse dia? Apenas que seja feliz, pois a felicidade agrega com ela tudo que é bom e que a faz bem. TE AMO, menina com o dom das PALAVRAS, e para sempre.


comentários pelo facebook:

6 comentários:

  1. Chorei, beijos! hahaha
    Suas lindas, obrigada por me permitirem fazer parte dessa família maravilhosa! :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nathylinda, obrigada pela ideia da mãe escrever. ♥ você sempre dando ideias ótimas sempre!!

      Beijo :*

      Excluir
  2. Ai gente! Não é que Dona Yara também escreve lindamente?
    Big Sis teve a quem puxar, linda por dentro e por fora e ainda dona de palavras delicadas e verdadeiras.
    Que este seu dia seja incrivelmente bonito Fê, que seja terno, que seja doce!
    Que a vida seja todos os dias gentil com você, com seus sonhos, com seus planos e projetos.
    Que Papai do Céu te cubra de bençãos, proteção e muita saúde e amor.
    Você é incrível e merece um mundo inteirinho de coisas boas.
    Te amo, de coração cheio. ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, amém, amém little sis ♥
      lóviu de coração cheinho de coisas boas também. Obrigada por ser tão especial sempre :*

      Excluir
  3. Que coisa mais linda Mafê! Tu deve ter chorado horrores ao ler, tenho certeza disso.
    Mais uma vez, feliz aniversário.
    Muita paz, saúde, amor e poesia em todos os dias de sua vida.

    Beijo <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certeza que chorei sim. Mas daquele jeito cheio de sorrisos, sabe?
      Obrigada por todos os parabéns ♥

      Beijão

      Excluir

infelizmente a plataforma do blogger é meio ruinzinha para comentários, então, se quiser ver minha resposta ao comentário, terá que voltar por aqui. Ou comente pelo Facebook, ali em cima, aí aparecerá a notificação da resposta para você ;) Ah! e se tiver um blog, não tenha medo de deixar link, ok? Procuro visitar todos ♥