filmes que esbarrei sem querer

|

11 de fevereiro de 2016


Esses dias saiu o super trailer do filme "Como eu era antes de você", do livro homônimo da Jojo Moyes e eu corri para ver. Ano passado eu me debulhei em lágrimas ao ler o livro e deixei isso bem claro ao escrever esta resenha aqui, mas não imaginava que o filme pudesse ser tão fiel ao livro. Bom, pelo menos o trailer deixou um gostinho de quero mais e os olhos nadando em lágrimas, já preparando para a chuva torrencial que irá cair em meu rosto em junho deste ano. Anyway.

Ao ficar curtindo a página do livro/filme, acabei esbarrando na página do Sam Claflin, o fofo-foférrimo que interpretará o Will Traynor, nosso protagonista em "Como eu era antes de você".


Acabei curtindo o trabalho do moço de sorriso bonito e, na página dele, entre um post e outro sobre o livro já mencionado, acabei esbarrando em um outro filme também adaptado de um livro. "Love, Rosie", que foi traduzido como "Simplesmente Acontece" e eu A M E I que simplesmente aconteceu de eu esbarrar nessas coisas fofas.


SIMPLESMENTE ACONTECE narra a história de dois amigos de infância, que cresceram juntos e viveram várias histórias bonitas-engraçadas-sessão-da-tarde-adoro e nutrem um carinho-amor um pelo outro e toda uma novela mexicana que a gente ama. Eu suspirei várias vezes e chorei, porque sim. Vale dar uma fuçada no Netflix e rir-chorar com essa comédia romântica que, ai.

Ok, filme superado. Confesso que estava com saudades desses romances água com açúcar. Aí que ontem, zapeando a Sky enquanto A Regra do Jogo não começava (me condenem) esbarrei no filme "Um amor para recordar", que é um filme velho pra caramba, que sempre tive vontade de assistir, mas que nunca tinha visto. Masoquista como sou, deixei o filme rolando, pois tinha perdido somente vinte minutos do mesmo.


Que filme! Desses romances bonitinhos, sabe? Eu já tinha ouvido falar sobre a história, previa que rolariam algumas lágrimas... mas oi? Não imaginei sair amando várias frases. Tem uma sensibilidade na história, uma doçura... Derreti.



Adoro esses acasos da vida. Você? Tem algum filme água-com-açúcar-vamos-chorar pra me indicar
(Yes, sou uma romântica besta e incorrigível).

comentários pelo facebook:

4 comentários:

  1. "Antes que termine o dia", filme que mais chorei na vida, lindo lindo! E o "se eu ficar", que só não passei vergonha no cinema pq todos estavam se debulhando em lágrimas junto comigo! hahaha
    No Netflix também tem "A Incrível História de Adaline", já amo a Blake Lively de graça, nesse filme ela tá maravilhosa e a história é super bonitinha (daquelas previsíveis que amamos)! Também amo esse tipo de filme e nem ligo, me julguem a vontade!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Antes que termine o dia" eu tenho medo de assistir, porque já chorei uma vida no trailer. "Se eu ficar" deve ser lindo demais. Vou procurar ♥ Obrigada nathylinda.

      Excluir
  2. Já vi os dois. Ambos são bacanas. Notas: 8.

    ResponderExcluir
  3. Falar em filmes, tu já viu Não Me Abandone Jamais? Meu Deus, esse filme é surreal. hehe

    ResponderExcluir

infelizmente a plataforma do blogger é meio ruinzinha para comentários, então, se quiser ver minha resposta ao comentário, terá que voltar por aqui. Ou comente pelo Facebook, ali em cima, aí aparecerá a notificação da resposta para você ;) Ah! e se tiver um blog, não tenha medo de deixar link, ok? Procuro visitar todos ♥