Nada de nada.

|

14 de março de 2016



Uma vez eu tive um sonho que não sei qual é. Mentira. Eu precisos testar quantas palavras cabem na porra de um documento do Word, tamanho A4, com espaçamento bonitinho de um e meio e fonte Times, tamanho doze, porque preciso saber, entende? Nem é nada demais, é só para poder compilar tudo num documento só e saber quanto devo cobrar o tio para redigir o trabalho dele. Tipo, se eu tivesse que criar artigo, seria lindo. Por que para criação já tem as bagaça detalhadas nas internet, mas para criar do Z E R O e tal, fica foda, entende? Uma porque nunca fiz nada parecido com isso, mas confesso que estou adorando a possibilidade de fazer. Sei lá, me soa legal. Me soa bonito, me soa tranquilo e favorável ganhar uns trocados fazendo algo que gosto de fazer.


Gente, é demais isso, entende? Não? Pois deveria. Eu lutei tanto pra chegar onde cheguei, tô correndo tanto atrás da infeliz ideia que é sonhar e amar e sorrir e ser feliz quando dá. Imagina poder acordar quando quero, trabalhar como quero e ganhar por isso? É um sonho, entende, um baita sonho na real. É isso. Tô definida a ganhar a vida fazendo isso porque escrever é meu sonho e foda-se se o livro não é meu e as palavras tampouco. Vem fácil. É como tirar leite de vaca, embora eu nunca tenha tirado leite de vaca. Deve ser fácil ficar apalpando as tetas, ainda que deva doer as mãos depois. O que empata com esse trabalho que quero fazer, porque aqui também vai doer as mãos depois, porque né? Acha que é so easy escrever uma página inteirinha de Word e tudo mais e tal e coisa?

Pois é, meu amigo. Não é. E digo mais, não é mesmo! Porque os pulsos doem e a minha mesa é de vidro e fica causando marquinhas indesejáveis na frágil pele que cobre meu braço. Formam vincos e vincos perto do cotovelo, o que me faz crer que preciso de uma escrivaninha dessas bonitonas que não me deixam com o braço doendo num apoio inadequado. Já pensou? Eu poderia ir parar num museu. ‘A pobre garota que de tanto apoiar os braços no vidro ficou com vincos eternos’.  Taí, dá pra ganhar dinheiro. Não eu, mas minha família, porque eu seria entalhada, tipo aqueles animais que são caçados por gente sem coração.

GENIAL. Imagina só, que loucura? Povo do mundo inteiro ia correr para me ver e na plaquinha estaria escrito: morreu com vinco, mas morreu feliz. E vou morrer feliz mesmo, porque tô fazendo o que quero. E melhor: QUANDO QUERO. Posso fazer isso em Paris, ou na praia, ou visitando a sogra, ou assistindo à um jogo na copa do mundo. Magina? Eu colocando um ponto final enquanto maridão grita gol do meu lado? Sonho divo de lindo esse, coisa mais querida ever. Já dizia um sambinha bom que sonhar não custa nada. Mas custa, sabe? Come nosso tempo e exige dedicação e tal, mas quem se importa? (meu cotovelo se importa, mas não ligo muito pro que ele pensa).

Pronto. 522 palavras.

comentários pelo facebook:

3 comentários:

  1. Ai gente! Que genial esse texto, Sis!
    Amei, amei, amei!
    Insano, crazy e totalmente verdadeiro, como tudo que tá vivendo agora!
    Como tudo que lutou pra conseguir.

    Eu morro de orgulho de você e só fico do lado de cá, torcendo por vincos e vincos no cotovelo, porque, quem se importa?

    Te amo! <3 <3

    ResponderExcluir
  2. Achei G E N I A L (e engraçado também).
    Nunca tentei fazer isso, sabe? Escrever umas aleatoriedades pra ver no que dá. Mas vou tentar qualquer dia desses.
    "Vem fácil. É como tirar leite de vaca, embora eu nunca tenha tirado leite de vaca." AUSHAUHSADHJSD
    {caosologia}

    ResponderExcluir
  3. Nossa, que texto incrível, simplesmente foi colocando o que veio a mente e então, de forma despretensiosa, chegou a algo que além de divertido parece muito sincero!
    Parabéns pelo texto e não desiste do sonho não!

    ResponderExcluir

infelizmente a plataforma do blogger é meio ruinzinha para comentários, então, se quiser ver minha resposta ao comentário, terá que voltar por aqui. Ou comente pelo Facebook, ali em cima, aí aparecerá a notificação da resposta para você ;) Ah! e se tiver um blog, não tenha medo de deixar link, ok? Procuro visitar todos ♥