Eu te amei escondido

|

5 de julho de 2016


Eu te amei escondido assim que te vi chegar. Meus olhos brilharam quando repousaram sobre o teu riso e eu desviei o olhar. Eu te amei escondido quando você me deu um pão de queijo no meio de uma manhã fria e me chamou para um café. Eu disse sim, e te amei escondido mais uma vez.

Eu te amei escondido quando vi você despreocupado da vida. Você era infinitamente mais novo do que eu imaginava e te ver tão moleque me fez te amar um pouco mais. Eu absorvi aquela imagem e te amei escondido incontáveis vezes, quando repassava a cena em câmera lenta, que era para não esquecer nenhum detalhe. Se eu fechar os olhos, ainda consigo ter a imagem dançando fresca na memória.

Eu te amei escondido nas primeiras trocas de palavras. Tanto em comum, tanto incomum. Eu absorvi teu sotaque e te amei escondido um pouco mais. Te contei que amo sotaques? Eu te amei escondido quando você olhou para mim e ficou. E eu te amei escondido quando eu te olhei de novo e fiquei.

Eu te amei escondido quando você me mandou aquela primeira música. Te mandei um sorriso de volta, desses bem sem graças, porque eu não podia denunciar o tanto de amor que escondia. Eu te amei escondido quando tua música tocou no carro e fiquei amando e sorrindo repetidas vezes.

Eu te amei escondido no primeiro gole de vinho. E te amei me escondendo atrás de pálpebras fechadas. Eu te amei escondido, porque não sabia amar em voz alta. E, escondido, você me amou de volta.




 VEJA MAIS:
FACEBOOK | TWITTER | INSTAGRAM | 👻 mafeprobst

• • • • • 

*Para fins de direitos autorais, declaro que as imagens utilizadas neste post não pertencem ao blog. Qualquer problema ou reclamação quanto aos direitos de imagem podem ser feitas diretamente com nosso contato. Atenderemos prontamente.

comentários pelo facebook:

3 comentários:

  1. Fê,

    E quem nunca amou escondido assim, já denunciando tudo? Quem nunca escondeu tanto que no fim, de tanto esconder, amava já tão exposto pra todos?

    Li teu texto e lembrei do início do meu namoro. E fiquei achando que esse é um sentimento universal, principalmente em começos. É lindo. É poesia. E você fez um texto perfeito.

    Obrigada por me deixar tão nostálgica e feliz com suas letras.

    Beijo.

    P.S.: teu blog tá com umas propagandas super chatas, abrindo novas guias no navegador do nada. Vê depois se isso só acontece comigo. ;)

    ResponderExcluir
  2. Como dizem: " o que ninguém sabe, ninguém estraga! " talvez amar escondido seja um dos amores mais puro que existe. <3

    Amei Fezoca :*

    ResponderExcluir
  3. É sempre uma coisa linda de se ler.

    Eu fiquei imaginando um final mais triste, que de tanto se esconder, se perde o tempo da revelação.

    Será que eu ando amarga?

    Sempre bom estar aqui.

    Beijo

    ResponderExcluir

infelizmente a plataforma do blogger é meio ruinzinha para comentários, então, se quiser ver minha resposta ao comentário, terá que voltar por aqui. Ou comente pelo Facebook, ali em cima, aí aparecerá a notificação da resposta para você ;) Ah! e se tiver um blog, não tenha medo de deixar link, ok? Procuro visitar todos ♥