Falta um canto pra se perder

|

25 de outubro de 2016



Eu gosto é de detalhes, de surpresas, de gente que observa. Sou daquelas que muito pensa e pouco fala, e quando fala, fala, fala, fala, mas sem dizer nada – deixo tudo subentendido nas entrelinhas. Acontece o mesmo, mas mais explícito, quando escrevo e, se quer saber, eu prefiro mil vezes escrever. Desisti de por em prática falar, como uma vez me disseram: você tem que falar o que sente, MF, ninguém é obrigado a ficar adivinhando. Ok. Eu tentei, juro que tentei. Mas não adianta, não mais. Desacreditei na eficácia, talvez...

E agora vejo a vida passar, a rotina se infiltrar pelas beiradas sem nada de novo. Nadinha. Nem um frio na barriga sequer, nem um desafio qualquer nem nada digno de por estrelas nos olhos e alvoroçar borboletas cá dentro. Acho que nesse vício de engolir palavras, acabei matando uma a uma, por falta de espaço pra voar... Falta mais leveza, mais ação, menos pensar. Mais noites sem dormir, mais seriados, mais filmes, mais lutas antigas e receitas impossíveis de recriar. Mais silêncio.

É isso! Falta o silêncio que não é incômodo, a rede balançando perto do mar, o café recém coado, flor arrancada do chão, bilhete grudado no espelho. Falta um canto pra se esconder. Eu tenho querido tanto me esconder, só por uns dias, pra ver se me refaço e volto inteira e se perguntares o que foi que quebrou ou que parte de mim perdi, já adianto: não sei. Como, porque, aonde. Não sei...

‘tá é faltando chacoalhar pra ver se volta tudo pro lugar. Tirar a poeira da adrenalina, guardar o tédio no armário, sair sem ter hora nem lugar pra voltar, sem saber o que esperar e sorrir, suspirar e surpreender com o que tem na linha do horizonte, ali onde o céu se fantasia de mar. Falta é mais pores de sóis, mais rima, mais detalhes escondidos nos lençóis. Falta menos imaginação e mais verbo. Menos preocupação e mais toque, mais incertezas, mais insegurança, mais adrenalina, mais ovos no chão e nenhuma zona de conforto. Falta deixar o pensamento na soleira da porta e SENTIR. Só ir.



VEJA MAIS:
FACEBOOK | TWITTER | INSTAGRAM | 👻 mafeprobst

• • • • • 

*Para fins de direitos autorais, declaro que as imagens utilizadas neste post não pertencem ao blog. Qualquer problema ou reclamação quanto aos direitos de imagem podem ser feitas diretamente com nosso contato. Atenderemos prontamente.

comentários pelo facebook:

11 comentários:

  1. Nossa esse texto expressa tanto a você quanto a mim. Também engulo palavras. E por causa disso, ai, como me julgam!... Ai, como dão opiniões em minha, ai ai, coitados daqueles que tentam me entender. Não quero ser entendida, será que não entendem isso? Não. Então não adianta, eu engulo mesmo. Engulo tudo. E é por isso que escrevo - sençao surto!...
    Lindo texto, sua escita é algo maravilhoso de se ler!!!

    Paolla

    http://licordeamora.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Teu silêncio fala por si só, ao que parece. Basta saber compreende-lo! E tua escrita é linda, colorida!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. menos é mais...e no caso de tuas palavras...bem mais.

    lindo texto Flor :)

    ResponderExcluir
  4. MF, MF, MF.. você sempre sabe o que dizer. tá faltando isso aí pra mim também. e vendo todo o contraste do 'mais' e do 'menos', me encontrei nas tuas palavras pela milésima vez. eu quero todo esse 'mais', mas junto com o que foi subtraído, com todo o 'menos' que deixei por aí, não sei por onde, nessas andanças meio incertas que a vida põe a gente pra trilhar.


    muito bom.

    ResponderExcluir
  5. Engraçado como que algumas pessoas tendem a se fehcar e se calar. Eu aprendi a calar muita coisa, a esconder sentimentos, a esconder decepções, simplesmente me esconder. Não sei se isso é bom, de acordo com seu texto creio que não seja. Acabei não vendo vantagens nisso depois que li...

    Refletir!

    ResponderExcluir
  6. Maravilhoso blog.
    A-M-E-I

    MUITO SUCESSO AO BLOG
    E BEIJOS!! < 33

    ResponderExcluir
  7. Falta mais leveza, mais ação, menos pensar.

    Me falta também . Adorei.

    ResponderExcluir
  8. Me sinto tão assim MF.
    É tanta bagagem alfabética que guardo, tanto argumento, mas na hora de falar, falar mesmo não consigo.
    O papel recebe melhor minhas palavras.
    As pessoas pedem pra falar, mas prefiro escrever.
    Seu blog tá lindo! Adorei a roupa nova!!!

    Ps: E ' A vida da Gente'?!
    Nem acredito que estou de férias e verei todos os dias! hahaha

    beijos.

    ResponderExcluir
  9. "mais ação, menos pensar"
    Me falta também viu?? Seus textos <3

    www.apequenaka.com // apequenakaportfolio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oii! :)
    Meninas, eu adoro os seus textos! Sempre me encontro neles e com esse não foi diferente.
    Acho que quanto mais as pessoas não sejam capazes de entender o que sentimos, paramos de falar. Prefiro escrever, porque é quando consigo organizar os meus pensamentos e sentimentos. Tudo fica mais claro e compreensível, pelo menos para mim.

    Beijos!
    www.dezoitoprimaveras.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Fê,

    Eu já li isso ou tô ficando doida? Fui tentar achar no arquivo e vi que tu deletou o blog quase todo. Praticamente só tem texto desse ano. Me desesperei aqui. Aff. O que houve? :(

    Enfim, lido agora ou relido, é sempre bom o que causou em mim!

    Beijo meu.

    ResponderExcluir

infelizmente a plataforma do blogger é meio ruinzinha para comentários, então, se quiser ver minha resposta ao comentário, terá que voltar por aqui. Ou comente pelo Facebook, ali em cima, aí aparecerá a notificação da resposta para você ;) Ah! e se tiver um blog, não tenha medo de deixar link, ok? Procuro visitar todos ♥