memórias de gaveta

|

18 de dezembro de 2016



Encontrei uma foto sua escondida no fundo de uma gaveta. Não, eu não estava procurando por ela, juro! Apareceu de repente, como um soco no estômago... Você estava lindo aquele dia, com os seus olhos azuis refletindo, exatamente, a cor daquele mar imenso. Tem tanta coisa tatuada na tua íris, boy... É, digo, era a minha foto preferida de nós dois. Você despido e transparente, rasgando o rosto ao meio com a intensidade do teu sorriso e eu ali, escondida atrás de um óculos de sol levemente maior que o meu rosto, com o riso imenso — reflexo da tua felicidade.


Aquele verão foi lindo, sabe? E soube que seria sempre lindo no momento que esbarrei com a foto no fundo da gaveta. Escondi, confesso, porque não tive coragem de rasgar aquele pequeno pedaço de veracidade. O dia em que batemos a foto foi o único dia que te tive verdadeiramente. Você era todo meu. Inteiriço. Foi a primeira vez que teu riso chegou aos olhos e que teus sentimentos refletiam os meus. Quis prolongar eternamente aquele passeio, desejei que nos perdêssemos naquela ilha para nunca mais ter de esbarrar com a rotina que nos afastava.

Fiquei encarando teu rosto de sol por tempo demais. Bateu aquela melancolia boba, de saudade do que deixamos para trás e revivi na memória tudo de bom que passamos, cutucando mesmo algumas feridinhas bobas e relembrando aquelas sensações loucas que só você — e ainda só você — foi capaz de me fazer sentir. Vendo aquele riso desmedido, aquela imensidão no fundo dos teus olhos e o roçar de braços tímidos, quis correr para te ligar e sussurrar sem graça: sinto falta da pessoa que fui o tempo que estive contigo...




VEJA MAIS:

• • • • • 

*Para fins de direitos autorais, declaro que as imagens utilizadas neste post não pertencem ao blog. Qualquer problema ou reclamação quanto aos direitos de imagem podem ser feitas diretamente com nosso contato. Atenderemos prontamente.

comentários pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

infelizmente a plataforma do blogger é meio ruinzinha para comentários, então, se quiser ver minha resposta ao comentário, terá que voltar por aqui. Ou comente pelo Facebook, ali em cima, aí aparecerá a notificação da resposta para você ;) Ah! e se tiver um blog, não tenha medo de deixar link, ok? Procuro visitar todos ♥