Chuva de verão

|

27 de fevereiro de 2017

mafe-probst

O dia amanheceu nublado, sabe? Estava vestido de preguiça, dando uma vontade de enrolar na cama. É quinta-feira, a rotina chama. Eu deixei a vontade perdida no meio dos lençóis e abracei a rotina, como todos os dias. Sorri imaginando que o dia seria fresco, mas tudo não passou de imaginação minha...

A tarde deu um solzinho maroto, aumentando o mormaço. Tinha gente na praia, tinha gente no parquinho, tinha gente trabalhando, gente de férias. E tinha calor. O suor escorreu nas minhas costas (que pararam de doer). A fruta desceu geladinha goela abaixo e tomei quase um litro e meio de água fria...

Calor e final da tarde. O céu parecia um filme desses de tornados americanos. Era uma onda preta, gigante, que começava a engolir a cidade. Faz meia hora que ameaçou chover, com o céu feio. O negrume cedeu espaço para um cinza que não assusta. Choveu, muito! Não tinha mais ninguém na praia, não tinha mais ninguém no parque.

No meio do cinza, volta o sol. Lá de cima do morro, já tem sol. Ainda chove, ainda troveja. Meia hora. E já tem sol. Acho que a chuva de verão vem para nos mostrar que nada é eterno, sabe como? Ela chega imponente, mostrando a que veio. Faz um barulho tremendo, destrói uma coisinha ou outra, espanta todo mundo e logo vai embora. A gente devia focar nisso, sabe? Quando vê aquele problema monstruoso, imaginar que é só uma chuva de verão.

Vai cair. Vai assustar. Vai fazer barulho. Você vai estremecer (eu sempre estremeço com os trovões, beijos mãe).  Mas vai passar.


MAFÊ PROBST
Engenheira, blogueira, escritora e romântica incorrigível. É geminiana, exagerada e curiosa. Sonha abraçar o mundo e se espalhar por aí. Nascida e crescida no litoral catarinense, não nega a paixão pela praia, pelo sol (e pelo frio) e frutos do mar.

FANPAGE | @MAFEPROBST | @INSTADAMAFE

comentários pelo facebook:

6 comentários:

  1. Fiquei até com vontade de uma chuvinha de verão agora.. e ouvir barulho de trovão, de uma chuva tropical!
    :)

    ResponderExcluir
  2. É sensacional como você consegue unir coisas tão naturais a coisas que todos passamos. Mesmo que eu já tenha usado a expressão "chuva de verão" eu nunca parei pra pensar na coisa toda envolvida por trás. Tem coisa que assusta bem mais do que o nosso coração parece que vai suportar, mas chega uma hora que nem dói tanto e quando a gente se dá por conta... Passa. E esse ciclo da vida é o que dá a motivação pra continuar seguindo e deixando a preguiça enrolada nos lençóis da cama.

    Com carinho,
    Conto Paulistano.

    ResponderExcluir
  3. Por aqui as coisas andam meio chuvosas muito mais do que lá fora...
    Adorei o seu texto!

    ResponderExcluir
  4. Ao som da água e dos trovões, só quero calma, cama e Camões.
    GK

    ResponderExcluir
  5. Owwwnnt Mafê! Imaginar que todos os nossos problemas são nada mais do que uma boba chuva de verão. Adorei este pensamento! Durante o texto parecia que você estava descrevendo minha cidade nesses últimos dias, porque nossa... era assim todos os dias. E eu amo chuva. Então era bem triste vê-la ir embora rápido assim todos os dias.

    ACESSO PERMITIDO. ♥
    www.acessopermitido.com

    ResponderExcluir

infelizmente a plataforma do blogger é meio ruinzinha para comentários, então, se quiser ver minha resposta ao comentário, terá que voltar por aqui. Ou comente pelo Facebook, ali em cima, aí aparecerá a notificação da resposta para você ;) Ah! e se tiver um blog, não tenha medo de deixar link, ok? Procuro visitar todos ♥