Começar tudo de novo é uma coisa, recomeçar é outra

|

25 de abril de 2017


Estou recomeçando e recomeçar é chato. Quando você tem um relacionamento muito longo, você cansa só de pensar em começar a levantar as estruturas que estão desmoronadas. A primeira reação é querer não amar, para não doer de novo. Depois você já se acostumou a fazer toda a sua vida sem alguém. Se readaptou a solidão. Já consegue se bastar debaixo de um coberto somente com o travesseiro.


Mas faz parte os recomeços da vida e eis que, um dia, acordo e me deparo com alguém do lado da minha cama. Alguém que me faz bem, que me quer bem e que, junto comigo, tem vivido dias intensos e cheios de alegrias. Quanto clichê junto, meu Deus! Mas, recomeçar é rever e dizer todos esses clichês que a rotina e o costume nos fez perder em relações que o amor foi embora antes da gente.

Então, quando menos esperava, me vejo aqui, recomeçando. Levantando vigas e fazendo fundações que sustentem essa sensação por mais alguns dias até o próximo passo. No fundo, eu sei que esse recomeço é bom. Cheio de melindres bobos. Mas, é gostoso demais saber que, depois da tempestade de poeira que me cegou, estou vivendo. O coração acelerando de novo, o frio na barriga. O gosto bom de um sexo bem amado. Que maravilha.

Olha eu aqui recomeçando. Entrando nessa fria, de novo e novamente. Cheia de redundância nos ‘eu te amos’ ditos com um olhar, um toque e um beijo. Olha eu aqui de novo me sentindo e sentindo. Fazendo planos pro futuro com alguém que conheci outro dia, enquanto achava que só estava tentando sobreviver ao trauma de um término de um longo, duradouro e confortável relacionamento. Conforto é tudo que eu NÃO quero agora. Me confortar e me conformar. Nesse recomeço, tudo será diferente. Fiz uma promessa. Compromisso de coração pra alma. Esse amor será diferente de todos os outros.

Quero continuar acordado sorrindo ao lado dessa pessoa maravilhosa que o destino colocou no meio da minha estrada. Mas só vou continuar enquanto o meu sorriso for proporcional ao sorriso juntos, aos passos dados juntos, aos planos traçados juntos. Porque quando eu me deparar na solidão novamente, na pior solidão que é ser só ao lado de alguém, pulo fora. Vou embora e, juro, sem olhar para trás.

Recomeçar é isso. É saber-se reconhecer diante das experiências do que te fez recomeçar um dia. Recomeçar significa que algo tirou você do lugar pra te colocar em outro. Então, que esse outro lugar seja melhor. Que façamos o possível pra torná-lo melhor. Caso contrário, só estaremos começando tudo de novo.

E não é isso que aquele sorriso lindo que acorda ao meu lado toda manhã me diz sem dizer uma palavra. O nome daquele sorriso é RECOMEÇO.


EDGARD ABBEHUSEN.
Baiano cá do Recôncavo. Vizinho de Edson Gomes, Sine Calmon, fã de Dona Canô e dos filhos que ela deixou no mundo. Aspirante a jornalista e sonhador de um mundo melhor. Tenho axé correndo no sangue. Amor no coração. E entre acarajé e Sushi, eu fico com os dois.
MEDIUMFANPAGE | INSTAGRAM

comentários pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário