tropecei num sorriso teu

|

25 de maio de 2017


Enquanto você mandava aquela música, eu estava me ocupando com as nossas conversas e pensando cara, isso aqui daria um livro. Tá, talvez seja um pouco de exagero um livro inteiro, mas uns bons textos, por quê não? Vou te confessar, num sincericídio torto, que não estou conseguindo me desapegar das palavras e dei um jeitinho maroto de guardar tudo comigo. Eu sempre sorrio em meio ao caos e eu busco esse caos que é para poder sorrir.

Decorei quase todas as melhores partes e talvez, num outro surto de sinceridade, te conte quais partes que dá vontade de tatuar na alma (como se já não estivessem tatuadas). A tua lembrança é a melhor delas, depois vem o texto. Aquele, que não sei o autor. E aquele que tu escreveste, por acaso. Tá quase decoradinho mesmo, letra por letrinha.

Eu tropecei ontem num sorriso teu, que tinha caído sem querer das minhas mãos. Tá acontecendo sempre. Basta a rotina me puxar para longe, que eu tropeço em algo teu, que me traz para perto. Aí eu dou um sorrisinho maroto, pego o pedaço de ti e guardo cuidadosamente no bolso da camisa, bem pertinho do coração, e sigo andando. Tem vezes que o pedaço que é todo teu, sou eu mesma. Aí fica bizarro, porque não dá para me guardar no bolso, sabe? Aí eu fico me encarando e pensando que fazer comigo — e os pensamentos são os mais variados possíveis. E quase sempre é você que vence e me inunda inteira, da cabeça até a pontinha do pé. Treme. E eu deixo levar.

Aí que, quando você mandava a música, eu estava guardando as palavras. E amarrei cada frase em uma memória bonita. E cada memória bonita em uma música. E cada música em cada momento e todo momento uma saudade. E virou um caos bonito. Eu sempre sorrio em meio ao caos e eu busco esse caos que é para poder sorrir...

originalmente postado no Jornalismo de Boteco

MAFÊ PROBST
Engenheira, blogueira, escritora e romântica incorrigível. É geminiana, exagerada e curiosa. Sonha abraçar o mundo e se espalhar por aí. Nascida e crescida no litoral catarinense, não nega a paixão pela praia, pelo sol (e pelo frio) e frutos do mar.

FANPAGE | @MAFEPROBST | @INSTADAMAFE

comentários pelo facebook:

4 comentários:

  1. Antes eu lembrava mais, hoje lembro bem menos, recém fez dois anos. Acho que quando completar três, não lembrarei mais.
    Eu adoro como tu escreve e descreve tudo o que já senti um dia <3
    Beijos
    Mundo de Nati

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. adoro quando consigo descrever o que vocês sentem ♥

      Excluir
  2. Eita, moça, que texto, heim?
    Me flagro pensando em palavras repletas de quase amores, trechos de uma história que nunca voltará, e sorrio, mesmo que no fundo ainda restem algumas lágrimas não vertidas.

    http://www.umavidaemandamento.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sempre fica um tanto de choro, mesmo que sobre um tanto de riso. Naturalmente =(

      Excluir

infelizmente a plataforma do blogger é meio ruinzinha para comentários, então, se quiser ver minha resposta ao comentário, terá que voltar por aqui. Ou comente pelo Facebook, ali em cima, aí aparecerá a notificação da resposta para você ;) Ah! e se tiver um blog, não tenha medo de deixar link, ok? Procuro visitar todos ♥